O Papiro P52

O Papiro P52 da Biblioteca de Rylands ou Papiro Biblioteca Rylands 52 (Papyrus Ryl. Gr. 457, i J. Rylands Library), conhecido como o "fragmento de São João", é um fragmento de papiro exposto na Biblioteca de John Rylands, Manchester, Reino Unido.

Escrito em grego antigo, o papiro contém parte do capítulo 18 do Evangelho segundo João, estando, na frente, os versículos 31-33 e, no verso, os versículos 37 e 38. Embora Rylands P52 seja aceito geralmente como registro canônico, ainda não há um consenso entre os críticos sobre a datação exata do papiro.

Alguns historiadores afirmam que o papiro com o texto do Evangelho de João (18:31-33,37-38), teria sido escrito entre o período de 100 a 125 d.C.. Outros argumentam que o estilo da escrita, leva a uma data entre os anos 125 e 160 d.C..

Independentemente destas diferenças, o manuscrito foi amplamente aceito como o texto mais antigo de um evangelho canônico, tornando-se assim, o primeiro documento que se refere à pessoa de Jesus. De qualquer modo, o papiro, que conta parte da história de Jesus de Nazaré, remonta a poucos anos após a morte de seu discípulo João .

História

No ano de 1920, Bernard Grenfell descobriu o papiro no Deserto do Médio Egito que foi encontrado e estudado mais tarde, em 1934, por C. H. Roberts, na Biblioteca John Rylands, de Manchester. Um ano depois, Roberts tornou público o seu achado.




Compartilhar este Artigo no Facebook


Leia Mais: