Manuscrito Minúsculo 2

Minúsculo 2 (por Gregory-Aland ), ε 1214 (por Soden), é um manuscrito minúsculo grego do Novo Testamento, datado paleograficamente para o século XI ou XII. Foi usado por Erasmo em sua edição do texto grego do Novo Testamento e se tornou a base para o Textus Receptus nos evangelhos. O manuscrito tem conteúdos complexos.

Descrição

O códice contém o texto completo dos quatro Evangelhos nas 248 folhas de pergaminho com tamanho de 19,5 cm por 15,2 cm (texto apenas 13,6 cm por 9,9 cm). O texto é escrito em uma coluna por página, 20 linhas por página, em letras minúsculas e contêm ornamentos coloridos, as letras iniciais em vermelho.

O texto é dividido em capítulos, cujos números são mostrados na margem (não em João), e as suas τιτλοι (títulos dos capítulos) na parte superior das páginas. Há também outra divisão de acordo com os menores Seções Ammonian. Mateus é dividido em 359, Marcos - 240, Lucas - 342, e João em 231 seções Ammonian (número aceite comum das secções Ammonian: 355, 235, 343, 232). Não há referências aos Cânones Eusebianos.

As tabelas do κεφαλαια (tabelas de conteúdo) estão antes de cada Evangelho e as assinaturas no final de cada Evangelho. Algumas folhas do códice foram perdidas, mas o texto dos Evangelhos tem sobrevivido em condições completas.

História

A história inicial do manuscrito e sua proveniência são desconhecidas. O códice foi comprado por monges em Basileia por dois florins renanos. Desde 1559 realizou-se na Universidade de Basel. A sua história mais tarde, é a mesma que a do Codex Basilensis e Codex Basilensis um IV. 2.

Desiderius Erasmus recebeu este códice dos dominicanos monges em Basileia, e, principalmente, usado como base para a parte dos Evangelhos da primeira edição de seu Novum Testamentum (1516), com correções de imprensa pela sua mão, e barbaramente marcou com giz vermelho para se adequar ao seu formato de página. Robert Estienne não consultou diretamente este manuscrito em sua Editio Regia (1550), mas desde a sua edição foi baseada no texto de Erasmo e tornou-se uma base para o Textus Receptus.

Martin Crusius usado este manuscrito em 1577. O manuscrito foi examinado por Bengel (codex β), Wettstein, Burgon, Hoskier, Gregory. De acordo com Bruce M. Metzger é um dos manuscritos inferiores usados por Erasmus. Wettstein deu para ele número 2 em sua lista. Este “siglum” ainda está em uso.

O códice está localizado agora na Biblioteca da Universidade de Basel (AN IV. 1) na Basiléia.


Aqui tem Mensagem Urgente em Grego pra você. Assita nosso Vídeo!

Compartilhar este Artigo no Facebook


Leia Mais: